AS CAVERNAS DA CHAPADA DIAMANTINA E SUA FAUNA ESCONDIDA! A NOTAVEL IGATU!

Reproduzido com adaptações de Laboratório de Estudos Subterrâneos – UFSCar

As belezas naturais da Chapada Diamantina há muito são reconhecidas mundialmente, apresentando, além de vegetação de Caatinga e campos abertos, remanescentes de Mata Atlântica bem no centro do estado da Bahia. Apesar de muito conhecida e visitada, a Chapada Diamantina, mais precisamente o povoado de Igatu, foi pela primeira vez alvo de estudos em seus subterrâneos.

O resultado, como esperado, revela que Igatu apresenta riquíssima fauna troglóbia (espécies restritas a cavernas), ultrapassando 20 espécies em uma área pequena, além de inúmeras endêmicas.

O artigo foi publicado por Jonas Eduardo Gallão e Maria Elina Bichuette, ambos do LES (Laboratório de Estudos Subterrâneos – UFSCar), no periódico Anais da Academia Brasileira de Ciências em março de 2015.

Além disso, pela primeira foi utilizado um índice de diversidade filogenética (Distinção Taxonômica) para estudos focando fauna cavernícola, o qual é mais robusto e apropriado para conservação em relação aos índices tradicionais de diversidade (alfa).

Link para o artigo: Taxonomic distinctness and conservation of a new high biodiversity subterranean area in Brazil

Enjoy!

Lina & Jonas

0001-3765-aabc-201520140312-gf01

Leave A Comment

*