Parque Estadual Intervales: Relatório de Atividades 13 e 14 de Agosto de 2011 – Gruta Colorida, Gruta da Água Luminosa e participação na Tradicional “Festa em Louvor a Nossa Senhora da Penha” e “Dança de São Gonçalo”

Estivemos nesse final de semana em Intervales para dar continuidade nos trabalhos de documentação das cavernas do parque.

A grande frota 🙂 se encontrou no Posto BR em Capão Bonito por volta das 23:30, aonde foi realizada a tradicional degustação de bolinhos tradicionais.

Pelo menos considerávamos, mas conceitos mudam…

Todos de barriga cheia, inclusive os carros, seguimos para Intervales depois da meia noite e por volta das 01:10 da manhã chegamos à Sede de Pesquisas.

Acendemos a lareira, o friozinho convidava o fogo, bate papo e lá pelas 03:00 sono coletivo.

O Café da Manhã no restaurante, e seu horário de funcionamento, acabam funcionando como um excelente despertador coletivo, ajustando os horários da equipe e adiantando a programação do dia….

Nesse primeiro dia, sábado (13/08/2011), dedicamos a continuidade da topografia da Gruta Colorida, que se aproxima de seu encerramento, faltando apenas um ultimo conduto superior descoberto em atividade anterior.

Além desse conduto ainda temos a pendência de localização de uma possível nova entrada da cavidade, percebida em atividade anterior (19/02/2011) pelo som dos fortes trovões que anunciavam chuva, folhas verdes trazidas em chuvas anteriores, e uma pequena água corrente temporária que se torna afluente do rio principal, inclusive com a presença de Aeglas em algumas poças, mas com conduto estreito, intransponível.

Existindo de fato uma entrada acessível, será definida se é outra cavidade ou se a conexão topográfica com a Gruta da Colorida vai ser viabilizada fisicamente. As coordenadas estão sendo projetadas e é um dos objetivos da próxima atividade.

A topografia desse sábado foi concentrada no sumidouro da cavidade, Boca do Beija Flor, até a passagem do quebra corpo, onde estava localizada a ultima base fixa, completando todo o trajeto boca a boca da cavidade (sumidouro e entrada turística).

Em especial finalizamos a atividade mais cedo nesse dia pq tínhamos uma atividade cultural tradicional noturna muito interessante!!!

Retornamos para a Sede de Pesquisas e mais tarde seguimos para o Bairro Jabaquara, também conhecido como Povoado do Tanquinho para jantar e festejar.

Estava sendo realizada a Festa em Louvor a Nossa Senhora da Penha, iniciada na sexta feira (12/08/2011) em Missa com o Padre Ruimar e Coral do Bairro Boa Vista.

Nesse sábado estava programada Celebração na Capela do Alto, seguida pela Dança de São Gonçalo no galpão de lona construído especialmente para a festa.

Tivemos uma sábia decisão em jantar na festa!!!

Ali sim realizamos a verdadeira degustação do tradicional Bolinho Capotado, descrito no site da Prefeitura de Ribeirão Grande-SP:

BOLINHO CAPOTADO
Vendidos em quermesses de festas tradicionais, o bolinho capotado é basicamente feito de farinha de milho, batata moída, usado para rechear pedaços inteiros de frango caipira. Sua característica principal, esta na maneira de preparar, que usa o caldo do frango para amassar os ingredientes formando assim uma massa homogênea, e após esse processo vai se formando os bolinhos fritando-os em grandes tachos de gordura fervendo.

Anotou a receita?

Desista de fazer, o sabor inconfundível vem das experientes cozinheiras locais, o charme é comer o verdadeiro bolinho feito pelas mãos delas.

Passando no Bairro do Tanquinho, não hesite, encomende seus bolinhos fritos para consumo imediato e crus para viagem.

Com o estomago devidamente preenchido passamos a acompanhar a Tradicional Dança de São Gonçalo, que sobrevive graças à iniciativa voluntária do Sr. Faustino Avelino Ribeiro, monitor ambiental do Parque Estadual Intervales especializado em observação de aves, de seus amigos de profissão e tradição, entre eles o Sr. José Floido, um apaixonado pelas cavernas, entre outros representantes da comunidade local, e de povoados e cidades próximas.

Ocasião rara de se participar atualmente, a Festa em Louvor a Nossa Senhora da Penha e a Dança de São Gonçalo se mantém intactas em suas tradições, sem nenhum traço de contaminação.

Cultura Popular preservada na sua essência, Parabéns ao Sr. Faustino, Sr. Floido, e todos voluntários que mantém essa raiz viva!!!

Após acompanhar a Dança de São Gonçalo, e é claro degustar mais algumas dezenas de bolinhos, 🙂 , retornamos para a Sede de Pesquisas para uma noite de descanso para a atividade do domingo.

Café da manhã despertador no restaurante e seguimos para a atividade.

Nossa programação dominical foi dedicada a Gruta da Água Luminosa, aonde efetuamos plotagem atualizada e precisa de sua entrada e vistoria para a sua retopografia, em substituição a topografia efetuada por principiantes do GPME e da espeleologia, em 2002, assim como vistoria para substituição da corda utilizada como corrimão de apoio à atividade turística.

Bela cavidade, pequena em desenvolvimento, mas imponente em volume, seção dos condutos, beleza cênica de suas clarabóias, cachoeira que cai diretamente do sumidouro para o interior, enfim, inúmeros atributos que empolgaram a equipe para a execução de uma completa representação 3D da cavidade.

Números GPME do final de semana…

  • Consumo direto e encomenda para viagem de aproximadamente 140 bolinhos típicos.
  • 2 Pernis de Porco
  • 1 Costela de Porco
  • Incontáveis pudins e bolos caseiros

LOG Sintético da atividade:

* 13 e 14 de Agosto de 2011

Iporanga-SP, Parque Estadual Intervales: Gruta Colorida (SP 129), Exploração e Topografia. Gruta da Água Luminosa (SP 307), Plotagem e vistoria técnica para retopografia e instalação de corrimão em corda para apoio à atividade turística.

Participação na Festa Tradicional em Louvor a Nossa Senhora da Penha e Dança de São Gonçalo no Bairro Jabaquara (Tanquinho).

GPME: Ericson Cernawsky Igual (OvO), Ery Kassia Nagasawa, Fabiano Kelleros Rodrigues, Irene Alves Ribeiro, Sérgio Komuro (Sergião) e Vanessa Tatiane Reis dos Santos

PEI: Faustino Avelino Ribeiro

Participação: Fernanda Tiemi Rocha Komuro, Hannah Akemi Rocha Komuro e Renato de Sousa

Leave A Comment

*