Artigo: Ictiofauna da área cárstica de Presidente Olegário, estado de Minas Gerais, com ênfase nas espécies subterrâneas

Foi publicado hoje na Revista da Biologia, Edição 10(2) Especial Biologia de Cavernas, ISSN 1984-5154, o artigo “Ictiofauna da área cárstica de Presidente Olegário, estado de Minas Gerais, com ênfase nas espécies subterrâneas  de autoria dos pesquisadores Sandro Secutti (Laboratório de Estudos da Fauna Subterrânea, Departamento de Zoologia, Instituto de Biociências, Universidade de São Paulo) e Maria Elina Bichuette (Laboratório de Estudos Subterrâneos, Departamento de Ecologia e Biologia Evolutiva, Universidade Federal de São Carlos).

Resumo:

A ictiofauna subterrânea da área cárstica de Presidente Olegário, centro-norte de Minas Gerais, foi inventariada em vários ocasiões de visita (dois riachos epígeos e três cavernas), mostrando uma riqueza relativamente elevada para a área amostrada (cerca de 1,5 km2): 12 espécies registradas, distribuídas nas ordens Characiformes, Siluriformes e Cyprinodontiformes. Duas espécies não-troglo¬mórficas foram registradas coabitando riachos subterrâneos, o bagrinho Trichomycterus brasiliensis e o cascudinho Parotocinclus sp., a primeira também ocorrendo em tributário vadoso superior na caverna Vereda da Palha. A ocorrência de indivíduos de diferentes faixas de tamanho corpóreo/etárias indica que este peixes estão completando seus ciclos de vida no meio hipógeo, e, são possivelmente troglófilos (espécies capazes de viver e completar seus ciclo de vida tanto no ambiente epígeo quanto no subterrâneo). Ainda, em Parotocinclus sp. foi registrada variabilidade populacional quanto à pigmentação melânica cutânea, o que pode representar uma fase inicial do processo de isolamento e diferenciação no ambiente subterrâneo.

O carste de Presidente Olegário foi identificado pelo GPME (Grupo Pierre Martin de Espeleologia) em 2007 a partir de referências históricas da publicação “As Grutas em Minas Gerais – IBGE 1939” . Desde então foram realizadas oito expedições ao municipio com a descoberta e documentação de 230 cavidades naturais.

A publicação do artigo “Ictiofauna da área cárstica de Presidente Olegário, estado de Minas Gerais, com ênfase nas espécies subterrâneas  é motivo de orgulho para o GPME!

 

Saiba mais sobre o histórico das atividades do GPME em Presidente Olegário:

Boletim Eletrônico Teto Baixo, Ano 1, Número 1, de 28/10/2009

Boletim Elterônico Teto Baixo, Ano 2, Número 2, de 06/05/2011

7ª Expedição Presidente Olegário – De 05 a 09 de Março de 2011

 

Revista da Biologia - Capa

One Comment

  1. […] Artigo: Ictiofauna da área cárstica de Presidente Olegário, estado de Minas Gerais, com ênfase n… […]

Leave A Comment

*